No Ar

Clube Brasil

16h às 19h

Clube News

09/11/2017

"Sem-teto" de 52 anos é aceito na Universidade de Cambridge, no Reino Unido.

Londres, 9 nov (EFE).- Um britânico de 52 anos que passou anos vivendo nas ruas vendendo exemplares do jornal "Big Issue" foi aceito na prestigiada universidade britânica de Cambridge, informou nesta quinta-feira o jornal "The Guardian.”

Após longas temporadas sem-teto, Geoff Edwards foi aceito nesse seletivo centro acadêmico onde cursa licenciatura de Literatura inglesa.

A leitura, a grande paixão deste homem desde que vivia com seus pais em Liverpool (ao norte do país), o ajudou ao longo dos anos a manter o ânimo durante épocas nas quais teve que fazer trabalhos pontuais no setor agrícola, esteve desempregado, sofreu com depressão e ficou sem lar.

Agora, esse hobby o levou a uma das melhores universidades do mundo.

"Não posso dizer que isto seja o que sempre sonhei porque, na realidade, nem sequer pensava na universidade", admitiu ao citado jornal britânico.

Edwards acrescentou que, não obstante, depois de ter vivido nas ruas da cidade de Cambridge "durante um tempo", é um "privilégio" passar finalmente pelas portas da universidade.

O pai deste ex-mendigo trabalhava como carteiro enquanto sua mãe era funcionária de um um escritório e na casa de sua família sempre havia livros.

 O homem reconheceu que contava com poucas perspectivas de trabalhar em Liverpool, por isso que terminou abandonando a cidade, embora sem planos de estudar.

“Não conhecia ninguém que tivesse ido à universidade", disse Edwards, que costumava acampar perto dos empregos temporários que ia obtendo.

Quando chegou a Cambridge, começou vivendo em edifícios ocupados sempre que aparecia essa possibilidade ou nas ruas e também recolhia livros nas bibliotecas e nas tendas de caridade como "maneira de escapar" de sua realidade.

Com ajuda de algumas organizações, começou a vender exemplares do "Big Issue", um jornal estruturado por pessoas sem lar a fim de se reincorporar ao mercado de trabalho e à sociedade.

"The Guardian" afirmou que há três anos este homem começou um curso em um dos colégios de Cambridge, no qual obteve excelentes qualificações em todas as matérias. Depois disso, seu tutor recomendou que tentasse obter uma vaga na niversidade, algo que finalmente conseguiu.


Fonte: Bol

Mais notícias

21/11/2017
Sorteio da Copa terá Cafu, Maradona e outras estrelas em Moscou
A Fifa revelou nesta terça-feira novas informações sobre o sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2018, que será realizado em 1º de dezembro, no Kremlin, em Moscou. Oito ex-jogadores serão assistentes
21/11/2017
Caso Madeleine: descoberta testemunha misteriosa no sumiço da garota
Um criminologista diz ter identificado a mulher misteriosa, vestida de roxo, vista por duas pessoas nas imediações do apartamento da família McCann no dia do desaparecimento da garota inglesa Madelein
21/11/2017
Presidente do Irã declara fim do Estado Islâmico
O presidente do Irã, Hassan Rouhani, declarou o fim do Estado Islâmico em pronunciamento transmitido pela televisão estatal nesta terça-feira.
21/11/2017
Beyoncé é a cantora mais rica do mundo em 2017
Beyoncé está cada vez mais rica, ela é poderosíssima! A revistaForbes anunciou, nesta terça-feira (21), que a dona do álbum "Lemonade " é a cantora mais bem paga de 2017, substituindoTaylo