Clube News

Ambev para parte da produção de cerveja para doar oxigênio a hospitais

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Ambev para parte da produção de cerveja para doar oxigênio a hospitais

Neste momento, toda ajuda é de grande importância para dar a volta por cima nesse momento tenso, tanto que a Ambev se pronunciou dizendo que vai produzir oxigênio para ajudar os hospitais que estão debilitados com a segunda onda da pandemia. Uma atitude que vai evitar o desabastecimento.

A holding, que é dona das marcas Antárctica, Boemia e Brahma, entre outras, vai usar parte de suas cervejarias no interior de São Paulo para fabricar e envasar oxigênio hospitalar.

A fábrica que está sendo adaptada fica na cidade de Ribeirão Preto e é destinada originalmente à produção da Colorado, outra das marcas de cerveja da companhia.

“A usina terá capacidade para produzir 120 cilindros de 10 metros cúbicos por dia e será operada pelos times da Ambev, que trabalharão em turnos para garantir a produção 24h por dia”, informou em nota a dona da Skol e da Brahma.

Toda a produção será doada para hospitais e unidades de saúde do estado de São Paulo, onde a ocupação de leitos de UTI já passou dos 90%

“Equipamentos já estão sendo adquiridos e a expectativa é que a produção comece no início de abril”, informou a Ambev.

Pedido

A ajuda atende a um pedido do governo de São Paulo.

O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia disse que, momento em que a ocupação das UTIs está no limite, empresas diferentes garantiram o abastecimento de oxigênio para os hospitais de São Paulo.

“A Ambev se prontificou a criar, num prazo de 10 dias, uma usina de oxigênio em Ribeirão Preto e doar integralmente a produção, que será suficiente para 120 cilindros por dia”, disse Garcia, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Distribuição

Mais ajuda também chega para a distribuição dos cilindros de oxigênio.

“A Copagaz utilizará a sua frota, que distribui hoje botijões de gás, para o transporte e a logística de oxigênio”.

Rodrigo Garcia garantiu que a ajuda será enviada a hospitais públicos do estado, dos municípios e a rede de entidades filantrópicas, como as Santas Casas.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter