Clube News

Brasileiro chega ao ponto mais isolado do planeta no projeto "196 Sonhos"

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Brasileiro chega ao ponto mais isolado do planeta no projeto

O caruaruense Anderson Dias, aos 25 anos, chega ao 132º país rumo ao projeto de entrada no Guiness World Records como o humano a conhecer mais rápido todos os países da terra. Trata-se agora da penúltima etapa do projeto. A “Etapa Ilhas do Pacífico” requer o maior planejamento financeiro, psicológico e organizacional. “São 11 ilhas independentes que irei gastar entre 40 a 60 mil reais para fazer todas elas. É um custo altíssimo e muitas só tem voos semanais e não diários. Sem dúvida está sendo o momento da viagem que requer maior planejamento, espero tirar isso de letra afinal consegui planejar 131 países, não vai ser agora que vai dar ruim, né”, conta Anderson.

As belezas dos locais podem ser adjetivadas como “mágicas”, além de ser o ponto mais isolado do planeta, distante de qualquer terra continental. O espaço é conhecido como “Polo de inacessibilidade do Pacífico”.

Brasileiro chega ao ponto mais isolado do planeta no projeto "196 Sonhos"

Até o momento Anderson detém o título de o brasileiro mais jovem a visitar 100 países do mundo.  Ele embarcou no dia 27 de maio de 2018 para realizar um sonho pessoal: A entrada no Guinness World Records. Anderson deseja ser o humano a conhecer mais rápido todos os países do planeta terra. Ele caminha para bater esta meta em 1 ano, 5 meses e 29 dias. O recorde atual é da norte-americana Cassandra de Pecol, realizado em 1 ano, 6 meses e 26 dias. O pernambucano, até a segunda semana de julho, passou por 129 destinos, cumprindo 60% da viagem. A jornada é mostrada em tempo real no perfil do Instagram, @196sonhos.

Além do recorde mundial, Anderson Dias tem outra meta. Ele procura motivar as pessoas a irem atrás dos seus sonhos. “Larguei tudo para poder me aventurar nessa jornada. Ela tem como objetivo ensinar as pessoas a saírem de suas zonas de conforto. Quando saímos da zona de conforto podemos ter o que quiser! Quero mostrar que é possível realizar sonhos, é só correr atrás deles. Não existe sonho impossível”.

Foram três meses programando todo o roteiro da viagem. Para embarcar, o pernambucano desfez de bens e criou uma poupança. No dia 27 de maio de 2018, deixou Recife com destino ao Paraguai e o fim da sua jornada está previsto para 11 de novembro de 2019, em Cabo Verde. Durante toda viagem, ele procura apresentar os países falando da sua cultura e conhecimento, fazendo com que as pessoas viagem junto com ele, além de dar dicas de motivação e superação.

O retorno do projeto nas redes sociais tem sido tão grande que ele utiliza a popularidade para uma troca de divulgação por hospedagem e comida. “Hotéis e restaurantes embarcaram no projeto comigo e estão firmando parceria durante o percurso. Hoje consigo custear uma parte da viagem em troca de parcerias e também com patrocinadores que surgiram assim que o projeto foi ganhando conteúdo. Tento economizar ao máximo, porque se o dinheiro acabar, já era”.

Brasileiro chega ao ponto mais isolado do planeta no projeto "196 Sonhos"

Aos 17 anos, Anderson saiu de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, só com R$ 300 no bolso para morar só e ganhar a vida no Recife.  Para se sustentar começou vendendo livro e perfumes de em porta em porta nos bairros da capital pernambucana.  Aos 22 anos, passou a vender capinhas de celulares, criando logo após uma empresa de conserto e venda de acessórios para a iPhone. Passou alguns altos e baixos até conseguir levar uma vida confortável e bem-sucedida. Foi quando ele resolveu mudar de vida completamente para ir em busca de um sonho de viajar o mundo. 

Vendeu sua empresa, seu carro e no dia 27/05/2018 embarcou para realizar o @196sonhos. Saiu Da sua zona de conforto para ir atrás do sonho que é conhecer todos os 196 países do mundo, bater o recorde mundial e entrar para o Guiness Book. Ser o ser humano a conhecer mais rápido todos os países do planeta terra é apenas uma das metas do projeto. “Quero mostrar que é possível para realizar sonhos. É só correr atrás dele. Não existe sonho impossível. Desenvolva seu talento, fuja do padrão e assim você vai ser muito feliz”

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter