Clube News

Estrela na reta final, Lázaro pede espaço no Flamengo, mas diz: "Ainda tenho muito esporro para levar"

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Estrela na reta final, Lázaro pede espaço no Flamengo, mas diz:

Lázaro aparece na zona mista. Para em frente às câmeras da TV Globo. Abre um sorriso e fala, em tom baixinho: “Aí, Jesus... aí, Jesus”. Foi uma brincadeira inocente do atacante do Flamengo e da seleção brasileira sub-17. Mas que tem um fundo de verdade. Estrela nos dois jogos mais importantes do Brasil na campanha do tetra no Mundial da categoria, ele não hesita em dizer que quer espaço no time principal rubro-negro.

“Claro que é um objetivo meu. Um sonho meu subir para o profissional do Flamengo. Fazer história no Flamengo, ser ídolo da torcida do Flamengo”, admitiu o atacante

– Mas quando tiver a oportunidade, vou entregar tudo nas mãos de Deus para que ele me abençoe e dar alegria para a torcida do Flamengo. Mas que seja tudo no tempo dele – ressaltou Lázaro, que manifesta sua fé em quase todas as respostas.

Estrela na reta final, Lázaro pede espaço no Flamengo, mas diz: "Ainda tenho muito esporro para levar"

O jovem atacante chegou à semifinal do Mundial Sub-17 com apenas 33 minutos jogados. Havia entrado apenas na terceira rodada da fase de grupos, contra Angola. Mas saiu da competição como um dos jogadores mais decisivos. Fez o terceiro gol da virada épica contra a França e o gol que garantiu o título para o Brasil diante do México. Nada de novo para ele, que adora jogos grandes.

– A gente saiu perdendo de novo, mas é a mesma coisa. A gente teve paciência, teve tranquilidade. Na hora que o Kaio fez o gol de pênalti, eu botei na minha cabeça e falei: ‘o Kaio vai fazer esse gol, e eu vou fazer o gol do título’.
“Eu estava falando comigo mesmo. Por mais que algumas pessoas não acreditem. Estava bastante confiante que ia fazer o gol”, declarou o tranquilo Lázaro.

“Ainda tenho muito esporro para levar”

Lázaro deixa o Mundial Sub-17 com 85 minutos jogados e dois gols. Ou um gol a cada 42 minutos e meio. Um gol a cada tempo, arredondando. Com suas duas atuações decisivas na reta final da campanha brasileira, o atacante mostrou e enalteceu que se sente confortável com partidas decisivas.

Ele seria uma boa opção para a final da Libertadores pelo Flamengo, portanto? Ao ouvir a pergunta, Lázaro abriu o sorriso, olhou para um lado, olhou para o outro, e mandou um recado para Jorge Jesus. Um recado mais humilde.
– Eu só quero mandar um abraço. Quando tiver uma oportunidade no profissional, será ótimo, mas entrego nas mãos de Deus. Ele sabe do momento certo para subir.

“Sou novo, tenho muito que evoluir, tenho muito que aprender, tenho muito que levar esporro ainda para evoluir. Sou moleque tranquilo. Na hora certa, se Deus quiser, tenho que aproveitar da melhor maneira”, reconheceu o jovem atacante.

Lázaro chegou ao Mundial no para ocupar o lugar de Juan, do São Paulo, que foi cortado devido a uma lesão. O jogador, que tem a segunda maior multa rescisória do elenco da seleção brasileira sub-17 – 80 milhões de euros (R$ 367 milhões), foi artilheiro do Brasileirão Sub-17 com 14 gols em 15 jogos.
O Brasil conquistou seu quarto título do Mundial Sub-17 e agora é o segundo maior vencedor da competição, atrás apenas da Nigéria, que tem cinco taças.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter