Clube News

FREDDIE MERCURY

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
FREDDIE MERCURY

Conhecido como um dos maiores artistas de todos os tempos, Freddie Mercury foi o vocalista da banda de rock britânica Queen. Hoje, 5 de setembro, ele completaria 73 anos. Mercury morreu em 1991 por conta de uma broncopneumonia acarretada pela AIDS.  

Confira alguns fatos interessantes sobre a vida do cantor.

 

“Love Of My Life”

FREDDIE MERCURY

Freddie Mercury, na verdade, era bissexual, não homossexual como muito se fala hoje em dia. O cantor teve um relacionamento de sete anos com Mary Austin, musa da famosa canção “Love Of My Life”. Os dois continuaram próximos mesmo com o término, e ela foi a primeira pessoa a saber da doença do cantor.

Princesa Diana

No final dos anos 80, Freddie Mercury e o comediante Kenny Everett teriam disfarçado a princesa Diana como homem e a levaram a um bar gay. O fato foi narrado pela atriz Cleo Rocos em seu livro The Power of Positive Drinking. Ninguém descobriu que o indivíduo misterioso era a princesa, eles provavelmente estavam distraídos pela presença de Mercury no bar.

“O show deve continuar”

Em um show no ano de 1984, o cantor caiu durante a música "Hammer to Fall”, mas insistiu para terminar o show mesmo assim. Ele foi arrastado até o piano e recusou-se a terminar a apresentação mais cedo. Mercury foi levado às pressas para o hospital, onde sua perna foi enfaixada.

Astrologia

FREDDIE MERCURY

Formado em design gráfico, Mercury criou o logo da banda Queen a partir dos signos dos integrantes. John e Roger eram leoninos, por isso há dois leões na ilustração. Brian May era canceriano (o caranguejo), e Freddie virginiano, representado pelas duas fadas. A letra Q e a coroa simbolizam a banda e a fênix proteção.

Fã de gatos

FREDDIE MERCURY

Em sua casa em Londres, o artista viva com nove gatos: Tom, Jerry, Oscar, Tiffany, Dalila, Golias, Miko, Romeo e Lily. Ele até dedicou seu único álbum solo aos seus pets. “Para o meu gato Jerry. Também Tom, Oscar e Tiffany, e todos os amantes de gatos de todo o universo. Danem-se todos.”

Nome de batismo

Freddie Mercury é o nome artístico de Farrokh Bulsara. O apelido surgiu enquanto ele estudava em um colégio interno na Índia e o cantor decidiu adotá-lo como nome artístico. Além disso, tornou-se oficial, na década de 70, quando alterou legalmente seu nome para Freddie Mercury.

Ele não nasceu na Inglaterra, mas sim na Cidade de Pedra, centro histórico de Zanzibar, hoje parte Tanzânia, na África. Vivendo entre a cidade e a Índia, o cantor só se mudou para a Inglaterra aos 17 anos, durante a Revolução Civil de Zanzibar, em 1964.

FREDDIE MERCURY

A religião de Freddie Mercury

Mercury e sua família eram adeptos do Zoroastrismo, uma religião do profeta Zaratustra considerada a primeira manifestação religiosa monoteísta. O funeral do cantor foi realizado por um padre que também seguia a mesma religião.

“Crazy Little Thing Called Love”

O popular hit dos anos 80 foi escrito por Mercury em apenas dez minutos enquanto ele tomava banho no seu quarto no hotel Hilton em Munique. Provavelmente, ou o instrumento era à prova d’água ou ele tinha que desajeitadamente tocá-la mesmo em baixo do chuveiro.

FREDDIE MERCURY

Pesquisadores da Áustria, República Tcheca e Suécia fizeram um estudo para analisar a voz do cantor e descobriram que suas cordas vocais moviam-se mais rapidamente do que a de um homem comum, o que demonstra como sua voz era, mesmo, especial.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter