Clube News

Governador João Doria anuncia 'quarentena inteligente' a partir de junho

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
Governador João Doria anuncia 'quarentena  inteligente' a partir de junho

O novo modelo adotará regras diferentes para o litoral, para capital e região metropolitana de São Paulo, e para o interior do Estado, segundo afirmou o governador João Doria (PSDB). 

Chamada de "quarentena inteligente", a nova ação será anunciada nesta quarta-feira, dia 27 de maio, às 12 horas. 

Doria adiantou que a nova quarentena vai levar em conta toda a regionalização do Estado, com regras diferentes para as distintas regiões. 

O secretário da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o oeste do Estado deverá ser a primeira área a ser liberada.

A abertura da economia vai começar em cidades com menor densidade e maior capacidade de atendimento hospitalar. 

O plano do governo tem oito atividades econômicas como prioritárias para ser retomar a operar, em especial por serem as áreas mais atingidas. 

Entre elas, estão prestadores de serviço, corretores de imóveis e vendedores ambulantes.

Enquanto isso, na região...

O prefeito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB) apresentou nesta sexta-feira, 22, o plano regional de flexibilização do comércio a integrantes do governo do Estado. 

As informações previstas no plano são válidas para 102 municípios que formam a região administrativa de Rio Preto, entre as quais Votuporanga. 

Entre as medidas previstas pelo documento está a reabertura de shoppings e galerias para o atendimento ao público com utilização de 30% da capacidade de pessoas, caso a cidade consiga baixar do nível 3 para o 2 do controle da pandemia da Covid-19. 

Até o dia 31 de maio, porém, nada muda por conta da quarentena estabelecida pelo governador João Doria (PSDB).

De acordo com o documento, as lojas de variedades, lojas de departamentos e magazines também poderão reabrir a partir do dia 1º de junho se o plano for aceito pelo Estado, mas esse tipo de comércio deverá reduzir o atendimento ao público a 10% de sua capacidade. 

A proposta prevê ainda que restaurantes e similares atendam ao público no local com 30% da capacidade para manter as medidas de distanciamento social.

Com relação aos salões de cabeleireiros, manicure, pedicure, barbeiros, academias e outras atividades físicas, o plano propõe o atendimento individual e agendado. 

O mesmo vale para o comércio de veículos automotores, com a recomendação de atender um cliente em cada sala.

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter