Clube News

NBA 5G

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter
NBA 5G

Desde o início de sua empreitada com a bolha da Disney na Flórida, a NBA vem trabalhando para melhorar a experiência remota dos torcedores durante os jogos. Depois de oferecer aos fãs a possibilidade de estarem virtualmente nos ginásios da bolha, a liga americana de basquete projeta agora o uso da tecnologia 5G para proporcionar aos torcedores uma experiência ainda mais imersiva.

O próximo passo almejado é a possibilidade de oferecer assentos virtuais à beira da quadra. Em tempos de pandemia, a NBA não quer apenas mostrar seus fãs em telões torcendo de casa. Colocá-los ainda mais próximos do espetáculo é a ambição da vez. A maior liga de basquete do mundo visa também incorporar entrevistas via holograma ao seu cotidiano.

- Conforme as velocidades de banda larga ficam mais rápidas, conforme o 5G fica mais rápido, essa experiência se tornará mais imersiva e eu realmente acho que as oportunidades crescerão para que as pessoas experimentem isso e se adaptem à realidade virtual - disse Mark Tatum, vice-comissário da NBA à rede CNBC.

Rob Shaw, CEO de uma empresa de tecnologia e criação de conteúdo que atua em parceria com a NBA, usou como exemplo o cineasta Spike Lee, fanático torcedor do New York Knicks que possui seu assento próprio na primeira fileira do Madison Square Garden.

- Se você vai assistir a um jogo na primeira fila, tem que se sentir como se estivesse assistindo da primeira fila. O que ele deve ver, o que ele deve ouvir, estar observando os melhores atletas do mundo. Essa experiência é algo que eu espero que seja trazido à plataforma em três a cinco anos, para que as pessoas ao redor do mundo possam ter a mesma experiência de Spike Lee assistindo a um jogo dos Knicks - disse Shaw à rede CNBC.

NBA 5G

A NBA não está preocupada com a queda de audiência nas finais. A liga considera esse um problema menor já que muitas ligas no esporte profissional sofreram algum impacto com mudanças nos calendários. Por outro lado, o impacto das redes sociais se mostrou extraordinário e de olho nesse aspecto, a liga pretende trabalhar pesado para combinar seu uso com o prazer da experiência em quadra.

A NBA ainda não tem uma data oficial para o início da próxima temporada. Há rumores, no entanto, que a liga pretende começar a temporada 2020-2021 no dia 22 de dezembro, tendo um total de 72 jogos por equipe. O próximo grande evento da liga americana de basquete é o Draft, que está marcado para o próximo dia 18 de novembro.

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter